Chronicles of Darkness Day – Lobisomem: os destituídos 2e

A Espaço Mítico desta semana vai mudar um pouco o foco das últimas postagens (nas quais estou devendo continuidade, mas isto está para ser resolvido) e traz para vocês uma aventura one shot e fichas de personagens para o RPG da linha Chronicles of Darkness, o Lobisomem: os destituídos 2e. A intenção aqui é estimular aqueles que ainda não conhecem ou não experimentaram o novo sistema e cenário da editora Onix Path a darem uma conferida no material.

Chronicles of Darkness Day – As Crônicas da Eichen High School

Olá,

Sábado, 28 de outubro de 2017, ocorrerá o Chronicles of Darkness Day, um evento organizado pelo site Cronistas das Trevas BR em parceria com vários grupos em diversas cidades do país. A proposta é de que no último sábado de outubro ocorram diversas mesas de RPG com as linhas do Chronicles of Darkness (o que anteriormente era chamado de “Novo Mundo das Trevas” antes da compra da White Wolf pela Paradox). Ou seja, em diversas cidades do Brasil, estarão ocorrendo mesas de jogos como “Vampiro: O Réquiem”, “Lobisomem: Os Destituídos”, “Changeling: Os Perdidos”, “Mago: O Despertar” e outros jogos da linha do Chronicles of Darkness, seja primeira ou segunda edição. As cidades inscritas para participação no evento são: Belém (PA), Belo Horizonte (MG), Campina Grande (PB), Colatina (ES), Curitiba (PR), Embu-Guaçú (SP), Fortaleza (CE), Macapá (AP), Maricá (RJ), Manaus (AM), Natal (RN), Piracicaba (SP), Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ), São José (SC), São Paulo (SP), Serra (ES), Serrinha (BA), Teixeira de Freitas (BA). Aqui, em Natal, a parceria é realizada, desde a primeira edição, conosco do Mundos Colidem. O Chronicles of Darkness Day (ou CofD) será realizado no Complexo Geek a partir das 14h e temos três mesas cadastradas: uma em lobisomem, mestrada por Joka, outra em mago, mestrada por Joris, e outra para mortais, mestrada por mim, Leishmaniose. Ao longo da semana estaremos fazendo divulgação das mesas na fanpage do Mundos Colidem. Vocês podem conferir o evento aqui, a página dos Cronistas das Trevas BR com mais informações sobre o evento aqui e a fanpage do Mundos Colidem aqui.

Os exploradores de hexágonos: Recursos

Os exploradores de hexágonos é uma série de postagens sobre a modalidade de campanha conhecida como hexcrawl-sandbox. Aqui, veremos alguns links sobre o assunto para quem quiser aprofundar sobre o tema, bem como sugestões de materiais para usar na hora de construir seu próprio cenário de exploração hexagonal. A Espaço Mítico é uma coluna escrita pelo colaborador e membro do coletivo Mundos Colidem, Gilberto “Joka” Olimpio, e apresenta um material mais técnico, voltado para ferramentas de mestragem, resenhas, Teoria do RPG e dicas para iniciantes.

Esteja Preparado: Magos Iniciantes

Saudações, aventureiros.

Após narrar uma aventura old school nas férias, me deparei com uma situação que, pela primeira vez jogando esses sistemas, me fez questionar se os magos são realmente inúteis nos primeiros níveis ou se os jogadores apenas não se preparam para as primeiras aventuras de forma adequada.

Este é o tema da matéria do Enclave do Arquimago desta semana.

Os exploradores de hexágonos: Introdução

Sejam bem vindos a Espaço Mítico desta semana! Após um hiato de quase um mês, voltamos as atividades trazendo uma nova série de postagens que vão ocorrer paralelas ao desenvolvimento do Nova Amsterdã 1646, apelidada de Os Exploradores de Hexágonos. O título estranho da coluna é uma referência direta a um estilo narrativo que remonta aos velhos tempos do Original Dungeons & Dragons (OD&D) e velho conhecido do pessoal Old School Renaissance (OSR) que se perdeu ao longo do desenvolvimento do RPG, mas que tem retomado fôlego nos fóruns e listas de discussão mundo afora: a chamada campanha hexcrawl. Resolvemos abordar este tema aqui devido a incrível série de postagens do nosso amigo e colaborador do blog, Leish, chamada Lá e De Volta Outra Vez que aborda parte do tema principal aqui apresentado que é as regras sobre viagens em ambientes selvagens.

Toda rolagem importa!

E a Espaço Mítico de hoje retorna às origens com mais um artigo sobre narração! Dessa vez trago a vocês leitores, uma preocupação mecânica relativamente nova, mas que vem sendo discutida e aplicada em diversos RPGs indies e mainstream ao longo dos últimos anos: Toda rolagem importa.

Oficinas Interativas

Olá, Camaradas!

 

Muita polêmica sobre RPG ocorreu nesse curto tempo de existência do ano de 2017 — como assim, curto tempo? Estamos quase no meio do ano. Em termos de tempo humano, os dias estão sendo mais curtos, não sei nem se as medidas de segundos, minutos e horas são as melhores formas de calcular o nosso dia. Como diria meu amigo Leish, são as atividades da adultessência ocupando todo nosso tempo, e pela primeira vez estou rabiscando essas linhas aqui de última hora, restando menos de doze horas para essa postagem ir ao ar. E enquanto estava envolto nesse texto, essa questão — que sempre nos ataca com sucesso crítico — me veio à mente: o tempo. E pretendo esboçar apontamentos em uma postagem futura, onde falaremos sobre o tempo e as atividades de RPG, pensando em como conciliar o hobby com a nossa vida.

Ficha de aventura fractal para FAE/Fate

E retornamos as Aventuras Fractais para FAE/Fate da nossa postagem anterior, trazendo agora uma ficha de aventura fractal traduzida para o português da Sophie Lagacé, autora do incrível cenário War of Ashes para FAE. A ficha pode ser encontrada AQUI graças ao nosso poderoso Petras da Encruzilhada dos Mundos que por livre e espontânea pressão elaborou o material para nós. Mas isso não é tudo, em nossas próximas linhas, os ajudaremos a preencher a ficha com uma aventura exemplo para vocês usarem e se divertirem com seus amigos, bastando apenas imprimir e levar para sua próxima sessão!

Senhor dos Anéis FAE – Regras para Jornadas

Olá Camaradas!

Nesta semana vamos novamente dialogar sobre a adaptação de O Senhor dos Anéis para Fate Acelerado. E enquanto escrevo esses apontamentos para vocês, estou ouvindo a faixa dois – Concerning Hobbits – do álbum da Sociedade do Anel, de Howard Shore. Sempre que vou começar a planejar uma aventura no universo de O Senhor dos Anéis, costumo ouvir essa faixa e pensar: O que pode dar de errado? Essas e outras deambulações sobre planejamento no cenário, pretendo deixar para o arquivo final da adaptação — sim, já estou trabalhando nele. O último feriadão foi quase todo dedicado à escrita, testes e revisões para esta Jornada. E inclusive, no último domingo, realizei um playtest com alguns amigos do Mundos Colidem e antes do final desta postagem falarei sobre a aventura de páscoa na Terra Média.

Criando aventuras pelo Fate Fractal

Algumas vezes, narradores tem muita dificuldade em fazer um planejamento de suas aventuras antes da sessão de jogo. Em certos momentos criam material em excesso que nunca verá a “luz dos jogadores” ou simplesmente não sobreviverá aos planos deles e será colocado todo abaixo. Já em outros dias, o planejamento sai mais fraco, com anotações que ajudam muito pouco ou que atrapalham mais do que contribuem. As vezes, você ainda não sabe fazer uma preparação eficiente, seja por falta de experiência, seja por estar começando agora. Isso acaba por levantar a questão sobre o que podemos fazer para amenizar e até, talvez, evitar estes problemas?