Criando aventuras pelo Fate Fractal

Algumas vezes, narradores tem muita dificuldade em fazer um planejamento de suas aventuras antes da sessão de jogo. Em certos momentos criam material em excesso que nunca verá a “luz dos jogadores” ou simplesmente não sobreviverá aos planos deles e será colocado todo abaixo. Já em outros dias, o planejamento sai mais fraco, com anotações que ajudam muito pouco ou que atrapalham mais do que contribuem. As vezes, você ainda não sabe fazer uma preparação eficiente, seja por falta de experiência, seja por estar começando agora. Isso acaba por levantar a questão sobre o que podemos fazer para amenizar e até, talvez, evitar estes problemas?

Guia para narradores iniciantes III

Saudações leitores, esta nova parte do guia é parte importante de uma série de outras postagens de nossos companheiros de blog voltados para iniciantes no hobby, como RPG para iniciantesComeçando em Savage WorldsPreparando a Sessão Zero;  A aventura vai começar; Tipos de aventurasEvite frustrações: tipos de aventuras e finalmente Sessão Um. Como podem perceber, diversas áreas interessantes da narração, produção de aventuras bem como iniciações a alguns RPGs não faltam para quem está ávido em aprofundar leituras sobre tais temas. E é com prazer que apresentamos o fim da nossa série “Guia para narradores iniciantes“, que teve uma segunda parte também no Espaço Mítico

Como Treinar seu Sistema III – Aspirações e Objetivos

Olá,

Salve, Salve, 2d8 leitores! Peço perdão pelo atraso da postagem, é que ontem eu estava completamente destruído quando cheguei da viagem que fiz pra Sampa no final de semana. Por mais que eu tivesse uma idéia do que fazer, o desgaste não me permitiu mais do que tentar recuperar o sono perdido. No último capítulo, tivemos uma adaptação de Mouse Guard para D&D 5.0, realizando minha participação na formação sentai com a adaptação de Hélio pra Crônicas RPG e do Tio Lipe para Savage Worlds – e, dizem as lendas, a adaptação pra FAE que Joka trará na sua coluna. Neste capítulo retomarei a série “Como Treinar Seu Dragão Seu Sistema”, que tem como objetivo auxiliar na adaptação de regras, mecânicas e conceitos de um sistema para o outro.

O que rolou na semana Yang (05 a 11 de março) do Mundos Colidem

Olá,

 

Um Auspicioso Domingo a todos! Há algum tempo eu vinha conversando com o pessoal do site Mundos Colidem sobre a realização de uma postagem nos finais de semana que desse uma palhinha sobre o que foi postado na semana anterior. Assim, o pessoal que não pôde nos acompanhar durante a semana e que tem um tempo mais livre no final de semana poderia se inteirar sobre o conteúdo que foi apresentado. Além disso, a postagem também relataria sobre alguns projetos do grupo, eventos e “otras cositas más” – como dicas rápidas e extras. O pessoal curtiu a ideia e hoje tem início este microprojeto no site Mundos Colidem.

Guia para narradores iniciantes II

E chegamos a mais uma quarta-feira na Espaço Mítico, retornando as atividades com a segunda parte do Guia para narradores iniciantes. Este guia faz parte de uma série de postagens na Mundos Colidem que incluem RPG para iniciantes; Começando em Savage Worlds; Preparando a Sessão Zero e o A aventura vai começar, tendo como objetivo introduzir iniciantes nos mais diversos sistemas, bem como ajudá-los a descobrir mais do nosso emocionante hobby, os Role Play Games

Como Treinar seu Sistema I: Adaptando Regras

Olá,

 

Saudações, 2d8 leitores! Trago esta semana pra vocês um artigo que escrevi para o site Toca do Hutt, em meados de 2013. Na verdade, ele foi o primeiro de um pequeno grupo de artigos que pretendiam auxiliar na adaptação de mecânicas de alguns sistemas para outros. Ou seja, não será uma adaptação da animação Como treinar seu Dragão, da produtora Dreamworks, pra algum sistema de RPG. Na verdade, é um trocadilho com adaptações (treino) em sistemas tradicionais (dragões, em homenagem ao D&D – Dungeons & Dragons – o mais tradicional dos sistemas de RPG).

Técnicas Narrativas IV – Play Unsafe

Começamos este ano de 2017 finalizando nossa série de artigos sobre livros de Técnicas narrativas, iniciado em Uma visão geral dos livros de técnicas narrativas. Nas últimas publicações, abordamos o  Hamlet Hit PointsThe Lazy Dungeon Master e por último o Robin Law’s of Good Game Mastering. E agora é a vez do Play Unsafe, escrito por Graham Walmsley.

Resenha – Unity RPG

Na Espaço Mítico desta semana, trazemos para vocês uma resenha de um sistema/cenário que tem criado boas expectativas em nosso grupo de jogo, o Unity RPG. Ele está sendo desenvolvido pela novata canadense Zensara Studios e foi financiado via Kickstarter em agosto de 2016. Trata-se de um jogo de fantasia medieval épico e com grande ênfase no combate tático e cooperativo, mas sem perder o incentivo ao elemento narrativo. O site oficial do jogo com mais informações sobre seu autor pode ser encontrado AQUI.

Desenvolvendo background de forma compartilhada – Um hack do Heroville Pathways

Nesta semana no Espaço Mítico, iremos variar um pouco da nossa série sobre técnicas narrativas e iremos trazer algo que pode interessar a todos que já tiveram em algum momento, dificuldade no desenvolvimento de ganchos para um grupo de personagens novos.

Uma visão geral dos livros de técnicas narrativas

Esta semana retornamos com uma postagem antiga mas com uma nova roupagem para somar-se a discussão do Guia para Narradores Iniciantes I e II. Aqui, a nossa proposta é fazer uma pequena visão geral sobre os livros de técnicas narrativas que acreditamos serem de leitura imprescindível e que podem trazer interesse aos velhos e novos narradores à ampliar suas capacidades de narração. E em cada um dos livros abordados nesta postagem, há um link para uma resenha mais aprofundada feita aqui mesmo pela Espaço Mítico no intuito de socializar aos narradores brasileiros suas ideias.