A Campanha de Ravenloft

Olá,

 

O pessoal que me conhece, ou pelo menos acompanha as postagens do Lugar Nenhum há tempo suficiente, sabe do meu amor pelo cenário de Ravenloft (do qual falei um pouco aqui, no Guiamaniose de Cenários da TSR e da WotC). Ravenloft sempre me cativou por, em meio a tantos cenários de ação e aventura de D&D, evocar o tom de horror e a temática gótica em sua ambientação e aventuras. Posteriormente, esse estilo seria chamado de Dark Fantasy e se tornaria proeminente em outras mídias, como The Witcher, Dragon Age, Goblin Slayer e Berserker. E, apesar de haver combates e certamente algumas mortes sangrentas, o foco em Ravenloft sempre foi maior no horror, na sutileza mental, na reflexão do elemento humano, de suas ações e das consequências para ele e para o mundo. Porém, apesar de fascinante, o estilo de jogo evocado por Ravenloft nunca foi de fácil condução. É preciso um pouco de conhecimento sobre o gênero de horror e a temática gótica, principalmente os clássicos utilizados como inspiração para a criação do cenário, além, claro, da habilidade de narrativa para que o jogo tenha um tom próximo ao esperado de uma história gótica. Procurando orientar aos jogadores e mestres que queriam se aventurar nas sombrias terras das brumas, no livro de Ravenloft para D&D 3ª edição publicada pela Sword & Sorcery, uma filial de jogos fantasy da White Wolf, foram dedicadas algumas páginas abordando o assunto. E é justamente este trecho do livro, que ainda pode ser encontrado em sebos, que eu trago para vocês neste capítulo do Lugar Nenhum.

Ravenloft – Masque of the Red Death and Other Tales

Olá,

Auspiciosa tarde, 2d8 leitores! Lembram sobre eu ter dito que ligaram a Adultessência no mode Nightmare? Pois é. A coisa ficou tão intensa e apertada que eu não tive tempo pra preparar algo pra coluna de hoje – e eu tinha sugestões boas, como a de glossário de termos que o Raphael Lima da coluna Nomos sugeriu para quem está começando nesse mundo teórico do RPG. Pra não deixar a coluna sem postagem, eu fui atrás de algum material que eu tinha publicado no Toca e lembrei desta “resenha” sobre o “Campaign Expansion: Masque of the Red Death”, suplemento de Ravenloft, que é o xodó dos xodós que tenho dentre os cenários da TSR para o AD&D.  Como no capítulo passado eu tinha feito um guia rápido sobre os cenários, acho que encaixaria bem colocar esta resenha. E é o que eu estou fazendo agora. 🙂

Guiamaniose dos Cenários de D&D da TSR e da WotC

Olá,

 

Saudações, 2d8 leitores! Como apontado no capítulo anterior do Lugar Nenhum, as últimas semanas não têm sido fáceis – alguém ativou o mode nightmare da Adultescência. Porém, desta vez eu consegui me organizar o suficiente pra trazer um capítulo com conteúdo novo, ao invés de reciclar algum material antigo do Toca. Mas antes de dar continuidade, gostaria de notificar que o Índice do D&D 5.0 foi atualizado com os novos materiais do Unearthed Arcana, mais precisamente: Arquétipos de Magos, Monges, Paladinos e Rangers; Classe Mystic; Feats de Perícia e Feats Raciais; Novas Cantrips; Regras aprofundada para Armadilhas, Downtown e Combate de Exércitos. Então, se você perdeu algum dos materiais, corre lá que o Índice está completamente atualizado.

Raças Sobrenaturais para D&D 5.0

Olá,

Feliz Ano Novo, meus caros 2d8 leitores! Como foram de reveillon? E como o ano novo se iniciou com vocês? Aqui no site do Mundos Colidem tivemos mudanças! Uma nova coluna surgiu, a Mecanismo Obscuro, sob a regência do fantástico Gabriel Lopes, que trará postagens tratando de RPGs indies, storygames e tudo que ele achar que está na penumbra de jogos de interpretação de papéis. E com esta mudança, o dia da coluna Lugar Nenhum passa a ser oficialmente na terça, acabando (supostamente) com aquela novela que vocês acompanharam ao longo do semestre passado. 😀 Mas não, este ano eu não estou mais organizado, o que isso quer dizer é que estou escrevendo esta postagem em plena madrugada da Terça. Mas vamos ao que interessa.

Damphirs para D&D 5.0

Olá,

Já tem rolado um boato de que o sertão vira mar quando eu conseguir postar novamente na segunda… E desta vez o atraso foi homérico, visto que só agora na terça pela manhã eu consegui sentar pra escrever este material – torcendo pra que esteja pronto pelo menos pra estar já no site na primeira parte da tarde. Ainda assim, aguardarei mais uma postagem pra ver se mudo de vez a data pra terça ou mantenho na segunda, conforme anunciado no capítulo anterior do Lugar Nenhum. E vamos em frente que atrás vem gente! /o/

Vampiros para D&D 5.0

Olá,

E chegamos a mais uma semana Yin e a mais um capítulo da coluna Lugar Nenhum! É, eu sei… Está novamente atrasado. Estou pensando com meus botões e linhas se não seria melhor eu migrar logo pra terça e ser honesto intelectualmente comigo mesmo de que não conseguirei nas segundas. Na verdade, já teria tomado esta decisão se o motivo de atraso desta vez não fosse por algo “justo”: domingo ocorreu a 4ª edição do Calango Lúdico, o evento mensal de RPG que ocorre aqui em Natal e do qual faço parte da organização. Como foi um incidente excepcional, aguardarei mais duas postagens da coluna para saber se consigo mesmo postar periodicamente na segunda ou se vou descaradamente pra terça.

Licantropos para D&D 5.0

Olá,

Saudações, 2d8 leitores! E chegou novamente a semana Yin e, juntamente com ela, mais um capítulo do Lugar Nenhum. Em tese, este capítulo deveria ter saído ontem, segunda-feira, mas eu tive problemas técnicos que resultaram no adiamento pra hoje, terça-feira – e felizmente a terça-feira da semana Yin está livre, o que permite que eu possa postar sem atrapalhar alguma outra coluna. Explicando um pouco nosso funcionamento, aqui no Mundos Colidem cada coluna é quinzenal, as postagens são regularmente de 15 em 15 dias para cada coluna. Na primeira semana, que chamamos de semana Yang, temos a postagem do Enclave do Arquimago na segunda-feira, Nomos na terça-feira, Ponto de Ignição na quinta-feira e Espaço Mítico na sexta-feira. Na segunda semana, que chamamos de semana Yin, temos a postagem do Lugar Nenhum na segunda-feira, da Encruzilhada dos Mundos na quinta-feira e da Taverna no Fim do Multiverso na sexta-feira. As quartas-feiras, sábados, domingos de ambas as semanas e a terça-feira da semana Yin ficam livres pra postagens ocasionais e atrasos, como é o meu caso neste segundo capítulo. E prometo que vou me organizar para que o terceiro capítulo saia sem nenhum tipo de imprevisto.