Minhas impressões com o Demon Lord

Olá pessoas!
Aqui é o Tio Lipe e bem-vindos novamente ao Santuário do Mestre. Eu sei, eu sei, faz mais de quinze dias que não posto e as coisas meio que andam acumuladas aqui. De fato, meu ritmo de postagem está quase mensal, mas é por uma boa causa. Estou gastando muito do meu tempo organizando meus sistemas (sim, no plural) e tentando testá-los sempre que possível, principalmente durante os Encontros do Mundos Colidem que organizamos todo domingo aqui na cidade (além de jogar outras coisas).

Mas chega de papo e vamos à postagem de hoje. Para quem não se lembra (ou não viu), em julho deste ano eu fiz uma resenha sobre o Shadow of the Demon Lord. Hoje, com o livro em mãos e após ter jogado e narrado algumas sessões, posso expressar minha opinião preliminar sobre o jogo, além de falar um pouco do seu financiamento e do livro em si.