Mouse Guard para Savage Worlds

Olá pessoas!
No mês passado eu postei aqui um texto falando sobre como Adaptar para RPG. De fato, as explicações que apresentei nele são complementos e funcionam em conjunto com a postagem do tio Petras sobre Adaptações e a série que meu amigo Leishmaniose vem postando sobre como adaptar regras de outros sistemas para o seu favorito. Hoje eu resolvi dar um exemplo de como adaptar pegando emprestado um cenário que citei no meu texto anterior. Estou falando do incrível Mouse Guard, que foi adaptado para o Crônicas RPG pelo nosso colega Hélio lá na Estação das Brumas. E o sistema alvo desta adaptação será o Savage Worlds, lançado aqui no país pela Retropunk.

Adaptando para RPG

Olá pessoas!
Bem-vindos novamente ao Santuário do Mestre, agora em sua segunda postagem. Na estreia da coluna eu falei um pouco sobre Golden Sky Stories, um sistema japonês único e desconhecido pela grande maioria. Inclusive já tenho preparado um texto sobre outro RPG japonês para postar aqui. Entretanto, achei melhor postar um texto diferente hoje, abordando um pouco um aspecto interessante do nosso hobby. Eis então que, olhando para trás e vendo sobre o que eu já havia postado na internet anteriormente, resolvi trazer hoje para vocês um assunto que está sempre na moda no mundo RPGístico: adaptações.

Adaptações

Oi, talvez você não tenha ouvido falar de mim, mas é possível que tenha ouvido falar do meu blog original (que coincidentemente, tem o mesmo nome deste site, Mundos Colidem). Eu falava sobre RPG, sobre cinema, sobre quadrinhos, sobre mim mesmo. Na verdade, era principalmente sobre RPG, mas resolvi não falar só disso, depois de acumular experiência com uns três blogs anteriores e alguns anos de RPG, quase que exclusivamente como narrador. Depois me juntei a alguns amigos para não fazer isso sozinho.

Não sei se isso me dá algum tipo de autoridade, mas com certeza garantiu algum XP.