Resenha de Weird Wars Rome para Savage Worlds

Bem-vindo, Miles Gregarius, junte-se à sua fileira e dê seu sangue e alma pelos seus irmãos da Legião, o Imperador demanda tomarmos estas terras.

Começo nesse post a apresentar cenários oficiais para o sistema Savage Worlds, que como vocês devem ter notado, é um dos meus preferidos. Vou apresentar a vocês o Weird Wars Rome, que se passa no período em que Roma era o centro da civilização do mundo.

Bom, vamos ao que interessa.

Financiado na plataforma Kickstarter em 2013, esse RPG de aventura e horror no mundo antigo — segundo a descrição de seus criadores, a editora Pinnacle Entertainment Group — apresenta a gloria e o declínio deste grande Império, embora o foco do jogo seja na Legião e sua estrutura. Lembrando que, apesar de apresentar fatos históricos, o livro é de fantasia.

 

Batalha em andamento

 

Viris et Honos (Força e Honra)

Neste capitulo introdutório, temos a descrição de alguns períodos históricos e dicas de várias mídias de referência, como filmes e séries.

Creatio Militis

Aqui você será apresentado à estrutura da Legião. Sua hierarquia militar, que vai desde o Miles Gregarius (soldado comum); Tessarius (equivalente a sargento), que tem à sua disposição sessenta homens na centúria; até o Legatus Augusti pro Praetore (que seria hoje um Marechal ). Temos também a contraparte naval da Legião, que tem sua própria hierarquia. O capítulo também apresenta a justiça e a vida militar dentro da Legião, que compreende desde racionamento de rações à execução das leis e a distribuição dos espólios de guerra. Como de praxe, nos livros de cenário para Savage Worlds, temos algumas regras alternativas, como o uso de sanidade, dicas de nomes e o tempo de serviço dentro da Legião, além de novas Ocupações dentro e fora da Legião, com seus requerimentos e equipamentos, como o Hastati (um legionário básico); Auxilia (tropas estrangeiras que servem dentro da Legião). Isso inclui as ocupações fora da Legião, mas que também fazem parte importante da cultura no Império Romano, como o Gladiador (alguém pensou em Spartacus também?), Medicus e Speculatores/Exploratores, que são as unidade de batedores e de reconhecimento, além de novas Vantagens e Complicações, como a Shileld Wall, o famoso paredão de escudos romano.

Arma (equipamento militares)

Aqui você terá as estatísticas das armas usadas no período, com um detalhe importante e diferente de outros livros: a descrição de cada equipamento pela sua hoste. Como exemplo o Scutum, que é o escudo padrão das legiões romanas, e a Spatha, que é a Lâmina Longa, usada inicialmente pela cavalaria gálica. Também estão representadas as armas de sítio e até encontramos um espacinho guardado para as bigas de corrida e de guerra e as galés — navios usados para transportar tropas e atuar como armas de cerco, armadas com as catapultas e balestras.

 

Gladiadores em ação

Verba (Glossário)

Como o nome diz, neste capítulo temos a explicação de vários termos em latim usados no livro, para ajudar ao narrador e jogadores a adentrar no período do jogo. É um capitulo bem curto, com aquele gostinho de quero mais.

Praescripta Mundi (regras)

Nestes capítulo estão as regras especificas do cenário — como funcionam as premiações e honra no jogo, promoções para hierarquias mais altas, distribuição da experiência para os jogadores, como funcionam as ações no mar, regras de cerco (importante neste período histórico), modificadores de batalha, tempo de cerco, assalto e como alterar a moral da Legiões com seus modificadores, os espólios recebidos pelos jogadores (como joias e moedas), que não representam o soldo (salário dos soldados) e como funciona o tetsudo, a famosa formação tartaruga.

Historia Romana e Loci

Aqui somo apresentados à parte histórica do jogo, que compreende O Nascimento de Roma (753 A.C.) na Grécia Antiga; A Monarquia (653-5210 A.C.), onde começa sua expansão; Primeira Republica (510 – 104 A.C.); mudando de Reino para República liderada pelo Senado — e cabe aqui neste período falar sobre Cartago (264-146 A.C.) e das guerras geradas nesse período, que são a primeira, segunda e terceira Guerras Púnicas, as guerras entre Roma e Cartago por expansão territorial. A Republica Tardia (104-70 A.C.) ocorre com a expansão de Roma; O Império de César (70-25 A.C.) inclui as invasões à Bretanha, Germânia e Gália. Este período culmina em uma guerra civil e termina com a morte de Júlio César. Os Três Imperadores (27 A.C. – 68 D.C.), que são Augusto, Tibério e Calígula levam até As Hordas Bárbaras (401-496 D.C.) e a morte de do Império Romano.

No capítulo Loci temos um mapa do Império Romano de 117 D.C. com as regiões do império e a sua descrição neste período histórico, bem como suas tribos — Egito e África (de onde vêm os cartagenos e númidas), Ásia Menor (persas, hititas e Mesopotâmia), Balcãs (Dácia), Bretanha (bretões e pictos), Gália, Germânia, Grécia, Hispânia (Ibérios), Itália (romanos e latinos) e o Oriente Médio (Árabes e a região da Judéia).

Arcana (segredos)

Este capítulo inicia a área específica para o narrador, mas prometo não estragar as surpresas se você só pretende jogar. Aqui os jogadores serão apresentados à Legião do Crepúsculo, soldados que tiveram contato com o sobrenatural e viveram pra contar a história e ao Culto de Mitras, que é como uma força especial dentro da Legião, com os requisitos para participar desta ordem e utilizar seus poderes. Temos também regras para interlúdios e uma regra interessante sobre loucura e como se recuperar dela.

 

Weird Wars Rome Zumbis

 

Militiae (Campanhas Militares)

Aqui você terá dicas do que está ocorrendo nos períodos de guerra e invasão nas regiões do Império e sobre como lidar com as coisas estranhas nestas campanhas — e como estamos falando de guerra e ordens militares, onde a hierarquia precisa ser seguida, o livro recomenda que um dos jogadores assuma a posição de comando. Os períodos apresentados no livro são: A Segunda Guerra Púnica, A Terceira Guerra Macedônica, A Queda de Cartago, A Guerra Gálica de César, Bretanha, Boudica, A Revolta Judaica e As Guerras Germânicas. Cabe aqui citar um quadro com algumas outras guerras mas, são apenas datas sem muitas informações. Contudo,  com um pouco de pesquisa, certamente darão boas aventuras. Há regras para gerar aventuras a partir de rolagens nas tabelas, indo de Tamanho das Operações (quantidade de soldados) e Tipos de Missão a Eventos Estranhos, todos com suas tabelas de geração de características.

Legatum (Legado)

São duas aventuras para iniciar os jogadores no clima de Weird Wars RomePesadelo de Roma é baseada na invasão de Aníbal a Itália e Ouro Dácio é baseada na invasão Dácia a Roma. Nesse capitulo, recomenda-se que ao final de cada campanha seja feito o Legado, que nada mais é que a criação de um novo personagem legionário, que deve puxar uma carta do baralho de iniciativa para saber qual bônus recebe como herança.

Bestiae et Milites

Finalmente, os desafios dos jogadores. Entre eles temos as estatísticas dos monstros, exércitos inimigos de Roma e seus cidadãos, além do corpo militar de Roma.


Chegamos a mais um final de post — espero que tenham gostado! Comentem e compartilhem a palavra e nos sigam em nossa fanpage. Infelizmente, este livro ainda não está disponível em português, mas quem sabe num futuro breve?

Até mais, galera!

Comentários

2 Comentários

  1. Olá!
    Uma resenha bem direta. Só senti falta de um pouco mais da sua opinião sobre a obra como um todo, e se vale a pena.

    Até and Bye…

    • Necrolassays:

      Vlw Tio, acabei me empolgando em falar dele que esqueci de falar o que eu penso do cenário. kkkkk

Deixe um comentário

Por favor, seja educado, nós do Mundos Colidem apreciamos isso. Seu endereço de e-mail não será publicado e os campos necessários serão marcados.