Naruto para Savage Worlds: Parte I – Personagens

Olá, pessoas!
Bem-vindos a mais uma quarta-feira no Santuário do Mestre. Semana passada foi bem atribulada para mim, e esta começou ainda mais ocupada, o que acabou por cortar boa parte do meu tempo livre para leitura e escrita. Mas isto não me impediu de participar na semana passada do Terças do RPG, o que já está virando rotina minha comentar sobre, seja por aqui ou no meu blog pessoal. De fato, minha mesa foi a única que ocorreu no evento, e a experiência foi extremamente satisfatória. Não vou entrar em detalhes, uma vez que a aventura que narrei será tema de uma postagem futura, por isso aguardem. Falando em postagens, em minha última aqui no site apresentei uma aventura one-shot e cinco fichas de personagem de Ryuutama para que vocês tenham uma melhor ideia de como funciona o sistema e possam testá-lo. Hoje, porém, resolvi voltar a um tema que já abordei no passado: adaptações. E a adaptação de hoje é mais do que especial, pois tratarei de um tema que domino bem. Estou falando de Naruto.

Veja também: Parte II, Parte III, Parte IV, Parte V, Parte VI.

Há muitos anos, eu fiquei conhecido no mundo RPGístico pelos meus trabalhos adaptando Naruto para dois sistemas que até hoje muita gente joga: o BESM d20 (publicado pela Devir), e o famigerado 3D&T Alpha (antes da sua edição revisada; não que ela tenha mudado algo significativo do sistema). Caso esteja curioso sobre estas adaptações, dê uma passada no meu blog pessoal, o Papo de RPGista, clicando nos links anteriores. O tempo passou e o mangá de Naruto finalmente teve seu fim em 2014, onde muitas pessoas, eu incluso, agradeceram bastante. É meio triste ver uma obra a qual você passou tantos anos acompanhando se perder e decair em qualidade como Naruto o fez, e foi justamente o meu crescente desinteresse devido à perda de qualidade da história que me fez desistir de continuar adaptando o cenário, deixando de lado alguns elementos que surgiram posteriormente. Não que eles acrescentem alguma coisa para mim como fã, pelo contrário, mas de vez em quando aparece alguém no meu blog perguntando quando vou adaptar elemento “x” do cenário para o sistema “y”.

Eis então que, em 2013, resolvi criar uma nova adaptação de Naruto, mas desta vez para um sistema que eu estava amando na época: o Savage Worlds. De fato, eu não teria dedicado meu tempo novamente a Naruto se não fosse uma postagem que eu li no blog do Lyonn adaptando a obra, o que me inspirou a meio que continuar e completar o trabalho dele. Porém, antes de começar a adaptação, resolvi estabelecer a condição de fazer algo simples e focando apenas no que gosto da obra, principalmente porque eu não tive a oportunidade de testá-la (diferentemente das demais adaptações que fiz, o que teria me permitido expandi-la lentamente a medida que testasse). Assim posto, esta adaptação foca principalmente a parte inicial da história, quando os protagonistas ainda são crianças, deixando de lado todas as aloprações posteriores do mangá e de sua fase “shippuden”. Desta forma, não esperem regras para Bijjus ou versões mais alopradas de Jutsus, bem como Kekkei Genkais e clãs específicos, beleza?

Ambientação

Pois bem, imagino que o amigo leitor deva ao menos saber do que se trata Naruto, o que dispensaria explicações sobre a sua ambientação. Porém, caso você esteja lendo esta postagem de curioso e não entenda bem do assunto, permita-me fazer as apresentações.

Naruto conta a história de um garoto de mesmo nome que vive numa vila de ninjas e sonha em um dia ser o líder local, sendo assim reconhecido por todos. Sendo órfão e tendo selado dentro de si o Demônio-Raposa de Nove Caudas que quase destruiu a vila no passado, os adultos o veem como um pária e as demais crianças o tratam mal, seguindo o exemplo de seus pais. Mesmo tendo crescido com o desprezo da vila às suas costas, Naruto nunca desistiu de chamar a atenção de todos a fim de, mesmo que de uma forma ruim, fosse reconhecido e, quem sabe um dia, alguém pudesse enxergá-lo além do preconceito (triste, não?). A história segue então mostrando o dia a dia de Naruto e seu time realizando missões contra ninjas de outras vilas, à medida em que todos na sua vila lentamente passam a notar a existência do pequeno ninja e a respeitá-lo.

Eu poderia escrever duas postagens inteiras falando apenas do cenário da história e mesmo assim não seria suficiente. Uma das coisas mais interessantes na obra é a riqueza do seu cenário e suas inúmeras possibilidades de histórias derivadas (eu mesmo já inventei de tudo narrando Naruto). Resumindo MUITO, o mundo de Naruto é divido em países, onde cinco deles se destacam em questão de território, riqueza e, principalmente, poderio militar. As Vilas Ninjas são a fonte do poder militar dos países, onde cada uma delas detém força e segredos que as outras cobiçam, vivendo num eterno estado de rivalidade e tensão pré-guerra. A cultura mescla aspectos de um Japão feudal, onde os países são regidos por um Daimiô que detém o poder monárquico, mas que, dependo da época e país, este poder pode ser mais simbólico que de fato efetivo, com alguns elementos modernos do século XX, como a presença de eletrodomésticos e câmeras de segurança (a caracterização da ambientação de Naruto é confusa até hoje, onde se pode encontrar facilmente ninjas usando rádios portáteis em suas missões, mas não há satélites ou o uso de ondas de rádio de longa distância, onde toda comunicação à distância requer o uso de falcões especiais ou correspondências tradicionais). Para maiores detalhes, aconselho imensamente ler a wiki de Naruto e o site Leaf Ninja, ou então ler meu material para 3D&T Alpha, onde fiz um apanhado geral sobre todo o cenário.

Para usar o Savage Worlds neste cenário, sugiro usar as seguintes regras de ambientação (p.130, 1ª edição brasileira): Alta Aventura; O Curinga é selvagem; Heróis nunca morrem; Nasce um Herói; e Sangue e Vísceras. As histórias de Naruto são épicas e ao mesmo tempo, dramáticas e sangrentas. Tente explorar elementos como ação, comédia, drama, mistério e heroísmo em suas narrativas, variando a quantidade de cada um de acordo com a necessidade. Um tema que deve ser primordial na sua história é a amizade, o que é bem característico em histórias shonens. Outro tema igualmente importante é a moralidade e o peso das ações das personagens sobre suas convicções. Como ninjas, elas devem realizar missões das mais variadas para a sua vila, mas invariavelmente serão obrigadas a matar ou realizar missões que podem não concordar. Além disso, as personagens de sua aventura devem ser as protagonistas de suas próprias histórias, sendo maiores que o cenário em si.

Criando as Personagens

Vamos então falar de regras. Todo ninja deve começar com 2 Vantagens extras, ao invés de apenas uma, tendo gratuitamente a Vantagem Antecedente Arcano: Jutsu (veja adiante). Jutsus extras deverão ser adquiridos por meio da Vantagem Novo Poder (p.46). As demais características seguem a regra normal. Uma informação importante para a criação das fichas: os ninjas são classificados hierarquicamente por status que delimitam a média do seu poder. Assim, para jogos ambientados em Naruto, cada Estágio de personagem representa um rank ninja, sendo: Genin (Novato); Chuunin (Experiente); Jounin e ninjas especiais como ANBU (Veterano); Kage (Heroico).

Antecedente Arcano: Jutsu

  • Perícias Arcanas: Genjutsu [Ast], Ninjutsu [Esp] e Taijutsu [Agi]
  • Chakra inicial: 12 (representa os Pontos de Poder)
  • Jutsus iniciais: 3 (representa os Poderes)
  • Selos: a personagem só poderá conjurar um Ninjutsu ou Genjutsu caso possa executar selos de mão (necessários para que haja o controle do Chakra), tendo ambas as mãos livres. Os Taijutsus são mais simples e não necessitam de selos. É impossível fazer qualquer Jutsu estando paralisada.
  • Sem Chakra: ficar sem Chakra deixará a personagem imediatamente incapacitada por Fadiga, devendo testar Vigor uma vez por hora para recuperar 1 nível (2 com uma ampliação). Só após curar toda a Fadiga pela perda de Chakra que ele será recuperado normalmente.
  • Recuperação: as personagens recuperam 1 ponto de Chakra por hora.

Perícias

Use a lista de Perícias padrão apresentada no Savage Worlds para criar um ninja, unindo Escalar e Nadar na Perícia Atletismo [For]. Para usar Jutsus, a personagem deverá ter uma ou mais das Perícias: Genjutsu [Esp], Ninjutsu [Ast] e Taijutsu [Agi]; onde Taijutsu substituirá a Perícia Lutar. Ninjas dificilmente usarão as Perícias Atirar, Cavalgar e Dirigir, sendo mais comum focarem Perícias que envolvam habilidades furtivas (Arrombar e Furtividade), sociais (Intimidar, Persuadir e Provocar), e de navegação (Navegar e Rastrear). Caso o seu ninja manipule marionetes, ele usará a Perícia Pilotar para comandá-las e Consertar para fazer reparos. Use os seguintes focos para a Perícia Conhecimento: História (envolve conhecimentos sobre o mundo, sua política e cultura); Medicina (obrigatório para quem deseja desenvolver poderes médicos); e Jutsus (envolve conhecimentos gerais e proibidos sobre as artes ninjas).

Complicações Permitidas

Algumas Complicações são recorrentes em Naruto, como: Código de Honra, para representar um comportamento ou convicção em que a personagem acredita; Forasteiro, quando ela pertence a uma vila diferente ou possui um dos demônio de chakra em seu corpo; Leal, para representar o elo de amizade entre os membros de um time; e Procurado, para aqueles ninjas que traíram a sua vila e são caçados (chamados de nukenins).

Anêmico [m], Arrogante [M], Boca Grande [m], Cauteloso [m], Cego [M], Código de Honra [M], Covarde [M], Curioso [M], Delirante [m ou M], Desagradável [m], Desastrado [m], Desejo de Morrer [m], Duro de Ouvido [m ou M], Excesso de Confiança [M], Feio [m], Fobia [m ou M], Ganancioso [m ou M], Forasteiro [m], Heroico [M], Idoso [M], Inimigo [m ou M], Jovem [M], Leal [m], Manco [M], Má Sorte [M], Obeso [m], Olhos Ruins [m ou M], Pacifista [m ou M], Peculiaridade [m], Pequeno [M], Pobreza [m], Procurado [m ou M], Sanguinário [M], Sem Noção [M], Teimoso [m], Um Braço Só [M], Um Olho Só [M], Uma Perna Só [M], Vingativo [m ou M] e Voto [m ou M].

Vantagens Perminitidas

  • Antecedentes: Ambidestro, Atraente [Muito Atraente], Corajoso, Cura Rápida, Furioso, Ligeiro, Musculoso, Nobre (posição social dentro do clã e/ou da vila), Prontidão, Rápido, Rico, [Podre de Rico] e Sorte [Sorte Grande];
  • Combate: Arma Predileta [Arma Predileta Aprimorada], Artista Marcial [Artista Marcial Aprimorado], Atacar Primeiro [Atacar Primeiro Aprimorado], Atirador, Bloquear [Bloquear Aprimorado], Brigão [Pugilista], Contra-Ataque [Contra-Ataque Aprimorado], Duro de Matar [Muito Duro de Matar], Esquiva [Esquiva Aprimorada], Florentino, Focado [Extremamente Focado], Frenesi [Frenesi Aprimorado], Impulso, Instinto Assassino, Lutador Improvisador, Lutar com Duas Armas, Mãos Firmes, Nervos de Aço [Nervos de Aço Aprimorado], Reflexos de Combate, Retirada [Retirada Rápida], Sem Piedade e Varredura [Varredura Aprimorada];
  • Carta Selvagem: Golpe Poderoso, Surto de Poder e Tiro Mortal;
  • Estranhas: Coragem Líquida (para usuários do Estilo de luta Suiken, ou “punhos bêbados”), Curandeiro (para ninjas médico), Elo Animal (restrito a alguns clãs, como os Aburames e Inuzukas da vila de Konoha), Noção do Perigo, Senhor das Feras (restrito a clãs) e Sucateiro;
  • Liderança (geralmente adquiridos apenas por Chuunins e Jounins, por isso restrinja o uso de deles por Genins caso faça mais sentido na sua aventura): Comando, Estrategista, Fervor, Inspirar, Líder dos Homens, Líder Nato, Mantenham a Formação! e Presença de Comando;
  • Poder: Novo Poder (para adquirir novos Jutsus), Pontos de Poder (para aumentar o seu Chakra) e Recarga Rápida [Recarga Rápida Aprimorada];
  • Profissionais: Acrobata, Adepto, Assassino, Erudito, Investigador, Ladrão, Mago (requer o Conhecimento: Jutsus d8+ e uma das Perícia para usar Jutsu d6+), Mateiro, Mentalista (usado por ninjas que se especializam em Genjutsus), e Pau Pra Toda Obra;
  • Sociais: Carismático, Conexões (contatos dentro da sociedade ninja), Elo Comum, Obstinado;
  • Lendárias: Duro na Queda [Duro na Queda Aprimorado], Mestre de Arma [Mestre das Armas], Parceiro, Profissional [Especialista e Mestre], Mestre das Artes Marciais e Seguidores.

Continua no próximo episódio

Com isso fechamos o básico da nossa adaptação de Naruto. Na próxima postagem trarei uma lista enorme de Jutsus, usando as regras genéricas e muito bem-vindas do Savage Worlds. Espero que tenham gostado e que possam testar em mesa (me passem um feedback se o fizerem).

Até and Bye…

Comentários
3D&T Alpha Adaptação BESM d20 Naruto RPG Santuário do Mestre Savage Worlds

Tio Lipe

Engenheiro civil, otaku, leitor aficionado por fantasias, entusiasta gamer e saudosista. Narro RPG desde quando fui apresentado ao hobby com o Mini GURPS e 3D&T da capa vermelha, e só recentemente passei a jogar mais. De lá para cá, já joguei e testei muita coisa. Devorador de sistemas e senhor das adaptações, quem me conhece sabe que adoro ler novos jogos, testar regras diferentes e adaptar as mídias que curto para o que estou jogando atualmente.

2 Comentários

  1. Jokasays:

    Bacana a postagem txio. Enquanto lia, senti falta do link para o seu material de 3D&T sobre o cenário. Onde podemos encontrar?

Deixe uma resposta para Tio Lipe Cancelar resposta

Por favor, seja educado, nós do Mundos Colidem apreciamos isso. Seu endereço de e-mail não será publicado e os campos necessários serão marcados.