Ladinos & Adagas

Saudações, aventureiros.

Sou um garimpeiro de informações que me permitam mestrar e jogar melhor. Os romances, sejam eles diretamente ligados a cenários de RPG ou não, estão sempre cheios de cenas maravilhosas que algumas vezes tentamos emular em nossas mesas e uma delas, são as cenas velozes e furiosas de combates com adagas.

Neste artigo, mais voltado para o público iniciante, vou apresentar algumas escolhas que eu faria para ter um ladino, em Dungeons & Dragons 5E, focado no combate com adagas. Também apresento um levantamento estatístico sobre os danos causados com ataques normais, com ataque furtivo e acertos críticos para personagens de primeiro e quinto nível.

Tarkoon se ergueu e se posicionou no pavimento limpo o suficiente para se firmar e arremessar uma adaga na cobra.
– Stormtalons: Palavras da Libertação.

Recentemente escrevi sobre o romance Stormtalons: Palavras da Libertação, um dos novos cenários de Ed Greenwood, traduzido pela TEGG Brasil e a venda na Amazon que me inspirou muito devido as rápidas e mortais batalhas com adagas pelos telhados da cidade.

Inspirado pela literatura e por alguns comentários de jogadores iniciantes em comunidades de D&D, faço algumas considerações para criar um personagem hábil no manejo de adagas e mortal, como todo ladino pode ser.

A classe e suas habilidades

O ladino (Rogue), no primeiro nível, ganha a habilidade Sneak Attack (ataque furtivo), que permite que o personagem causa +1d6 de dano a uma criatura sobre a qual ele tenha vantagem na jogada de ataque ou caso exista outro oponente do alvo adjacente a ele (1,5 de distância), desde que o ladino não possua desvantagem. Para isso, a arma precisa ter a propriedade finesse ou ser uma arma de ataque a distância. Esse dano aumenta com o nível do ladino.

Situação 1 (Vantagem). Slinker (ladino nível 1) consegue milagrosamente esgueira-se por trás de um kobold que guarda a entrada de uma mina de chumbo abandonada. A criatura não o percebe aproximar-se e o ladino divisa um ponto fraco em seu oponente, desferindo um golpe bem em seu pescoço. Usando uma adaga, o dano causado é igual a 1d4 (adaga) + 1d6 (furtivo) + bônus de força ou destreza (finesse).

Situação 2 (Outro oponente próximo). Após abater o guarda, Slinker entra na mina acompanhado por Beldar, o Bravo. Cruzando alguns corredores, eles se deparam com um orc e logo estão trocando golpes. Beldar aproxima-se e ataca com sua espada longa, enquanto Slinker arremesa uma de suas adagas. Enquanto o orc está distraído tentando evitar os golpes do poderoso guerreiro, abre espaço para um golpe preciso do ladino, que causa 1d4 (adaga) + 1d6 (furtivo) + bônus de força ou destreza (finesse).

Situação 3 (atacante com desvantagem). Continuando a caminhada pelos túneis da velha mina, Slinker é obrigado a pular um fosso para distanciar-se de um orc que corre enfurecido para atacar Beldar. Em sua tentativa de afastar-se do local, Slinker cai (prone), mesmo assim arremessa uma de suas adagas, acertando o golpe e causando 1d4 + bônus de força ou destreza (finesse), mas sem uma posição favorável, ele não consegue mirar adequadamente.

Na situação 3, como o personagem estava caído (prone), e a condição provoca desvantagem no ataque, mesmo que haja um oponente próximo, o personagem não poderia usar o bônus do ataque furtivo.

No terceiro nível, o bônus do ataque furtivo aumenta para +2d6 e o personagem pode escolher um dos três arquétipos apresentados: ladrão (thief), assassino (assassin) ou trapaceiro arcano (arcane trickster).

Os arquétipos ladrão e assassino oferecem algumas opções úteis em combate a partir do terceiro nível:

Ladrão (Mãos Ligeiras): Você pode usar a ação bônus garantida pelo Cunning Action para fazer um teste de Destreza (Sleight of Hand), usar as ferramentas de ladrão para desarmar uma armadilha ou abrir uma fechadura ou usar a ação Use Object.

Assassino: Você tem vantagem em jogadas de ataque contra qualquer criatura que ainda não tenha agido em combate. Além disso, qualquer acerto contra a criatura que esteja surpresa será um acerto crítico.

O arquétipo ladrão permite que você saque rapidamente a sua arma, podendo surpreender o alvo e desferir um ataque surpresa, concedendo vantagem ao ladino e permitindo um ataque devastador. As adagas são ainda mais indicadas por poderem ficar escondidas, diferente de uma espada curta.

O arquétipo assassino  possui a habilidade Assassinate, que faz com que, caso o alvo do ataque do ladino esteja surpreso e o ataque seja bem sucedido, independentemente do valor obtido nos dados, o ataque será considerado um acerto crítico.

Slinker, o ladrão: Slinker encontra-se com um contrabandista que secretamente vem passando informações para uma guilda inimiga. Sem suspeitar de nada, o contrabandista começa a falar com o ladino, passando informações desencontradas. O ladino já havia se preparado para a situação e escondeu uma adaga convenientemente em sua manga. Quando ele saca a adaga em um rápido movimento, a surpresa do contrabandista fica estampada em seus olhos, mas já é tarde demais. O ladino causa 1d4 (adaga) + 2d6 (furtivo no 3º nível) + bônus de força ou destreza (finesse).

Slinker, o assassino: Após dar cabo do contrabandista, Slinker esgueira-se por trás de um capanga, surpreendendo-o e encontrando uma boa brecha em sua armadura. O ataque causa um total de 2d4 (adaga x2 devido o crítico) + 4d6 (furtivo x2 devido o crítico) + bônus de força ou destreza (finesse).

Só para ficar claro, na descrição do dano causado em acertos críticos (critical hits), todos os dados envolvidos na jogada são dobrados, enquanto bônus fixos, não.

As armas disponíveis

Os ladinos podem utilizar armas simples (simple weapons) corpo a corpo e a distância, bestas de mão (hand crossbow), espadas longas, rapieiras e espadas curtas. Destas, possuem a propriedade finesse as seguintes armas: adaga (1d4 perfurante); espada curta (1d6 cortante) e; rapieira (1d8 perfurante), dispostas em ordem crescente de tamanho e dano.

Considerando um personagem de primeiro nível, com um bônus de ataque +5 e dano total de +3, teríamos uma média de seis (6), sete (7) e oito (9) de dano respectivamente, aumentando o dano para nove (9), dez (10) e onze (11) em ataques furtivos e quinze (15), dezessete (17) e dezenove (19) em caso de críticos com ataque furtivo.

No quinto nível, com +3d6 no dano de ataques furtivos, os danos aumentam para 16, 17 e 20 e em caso de crítico com furtivo 29, 31 e 33.

A diferença no dano causado pelas armas de combate corpo a corpo que o ladino pode utilizar é muito pequena, de forma que é possível emular sem nenhum problema, ladinos da literatura que façam uso de adagas, com a vantagem destas poderem ser utilizadas como armas de arremesso.

Todo ladino é mortal por natureza

Todo ladino é, por definição, e pegando emprestado um termo do D&D 4E, um striker. Um personagem focado em causar dano. Então, independente da arma que o personagem ladino esteja usando, desde que tenha a propriedade finesse, seus ataques serão devastadores.

O grande lance da “profissão ladina” é buscar criar situações que sejam capazes de gerar oportunidade para o personagem, permitindo que ele libere todo o seu potencial.


Slinker, o mestre das facas

Abaixo apresento o exemplo de Slinker, o mestre das facas, um ladino humano com estatísticas para nível um (1), três (3) e cinco (5). Nem todas as habilidades estão presentes, só as que considero relevantes para o propósito do artigo.

Humano, Ladino de nível 1
For: 12 (+1); Des: 16 (+3); Con: 11 (+0); Int: 15 (+2); Sab: 11 (+0); Car: 13 (+1)
DV: 1d8; PV: 8
Skills: Investigation, Perception, Sleight of Hand¹, Stealth¹
Equipamento: Armadura de couro; duas adagas; ferramentas de ladrão
Sneak Attack: +1d6
Ataques: Adaga +5 (1d4+3 de dano perfurante)


Humano, Ladino de nível 3 (Assassino)
For: 12 (+1); Des: 16 (+3); Con: 11 (+0); Int: 15 (+2); Sab: 11 (+0); Car: 13 (+1)
DV: 3d8; PV: 18
Skills: Investigation, Perception, Sleight of Hand¹, Stealth¹
Ferramentas de ladino; Kit de Disfarces; Kit de Veneno
Sneak Attack: +2d6
Ataques: Adaga +5 (1d4+3 de dano perfurante)


Humano, Ladino de nível 5 (Assassino)
For: 12 (+1); Des: 18 (+4); Con: 11 (+0); Int: 15 (+2); Sab: 11 (+0); Car: 13 (+1)
DV: 5d8; PV: 28
Skills: Investigation, Perception, Sleight of Hand¹, Stealth¹
Ferramentas de ladino; Kit de Disfarces; Kit de Veneno
Sneak Attack: +3d6
Ataques: Adaga +7 (1d4+4 de dano perfurante)


Possivelmente alguns dos leitores poderão fornecer opções mais interessantes (podem compartilhar nos comentários). Neste artigo usei APENAS as opções presentes no Players Handbook e escolhi um humano para permanecer fiel ao personagem Slinker do First Quest.

Até a próxima.

Comentários

3 Comentários

  1. Olá!
    Adorei seu texto Franciolli. Muito intuitivo a construção e apresentação da classe. Pra travados em fazer fichas de D&D (meu caso), foi uma ótima aula. Espero agora outros similares, como para Paladinos e Guerreiros.

    Até and Bye…

    • Franciolli Araujosays:

      Sempre que houver a demanda eu posso fazer uma pesquisa e publicar.

  2. Tadeu Corradisays:

    Muito bacana Franciolli, obrigado pelo artigo.

Deixe um comentário

Por favor, seja educado, nós do Mundos Colidem apreciamos isso. Seu endereço de e-mail não será publicado e os campos necessários serão marcados.