Evolution Pulse

Quando a humanidade, em seu ponto mais alto enquanto civilização, encontra um tesouro escondido de avançada tecnologia alienígena, além de qualquer coisa que se tenha criado — ou sonhado — irá abrir esta Caixa de Pandora em troca de poderes inimagináveis sobre a realidade? Mas qual será o preço a ser pago?

 

Esta é a premissa de Evolution Pulse, um RPG de ficção científica transhumanista como você ainda não viu em língua portuguesa — mas verá!

 

Evolution Pulse - Cidade em Escombros

 

Feche seus olhos e imagine cidades gigantescas, hiper-tecnológicas, que se expandem sobre toda a superfície da Terra. Imagine um futuro distante, onde os maiores avanços da tecnologia e a humanidade são perfeitamente integrados. Inteligências Artificiais e dróides foram criados especificamente para ajudar os humanos em todas as suas atividades, para fazer funcionar todos os serviços primários. Você pode viajar de um lado a outro do planeta em poucas horas e remodelar parte de seu corpo, se desejar. Ou reprogramar sua mente para apagar memórias traumáticas.
Mas este futuro perfeito e radiante. alcançou uma nova evolução: uma pequena caixa preta contendo algo desconhecido e alienígena. Feche seus olhos e você poderá sentir seu próprio batimento cardíaco, cada átomo do seu corpo sincronizado com as batidas do seu coração. A caixa foi aberta e a realidade refeita de acordo com antigos e inexplicáveis comandos — você consegue sincronizar o pulso? Tudo agora se move e muda de acordo com a pulsão de seu coração.
Abra seus olhos. As cidades abandonadas e destruídas ainda estão ali. A humanidade vive entre o medo e o desespero, oculta nas ruínas sombrias. Dróides são apenas carcaças, Inteligências Artificiais são apenas velhos baluartes dos tempos de outrora. Uma sombra infinita, faminta, cobre todo o mundo.
Feche seus olhos, sincronize seu coração, o pulso da evolução.

 

Evolution Pulse - Livro

 

Desenvolvido para Fate Básico e Acelerado pelos autores italianos Alberto Tronchi (game designer) e Daniel Comerci (designer gráfico), Evolution Pulse foi recentemente traduzido para o inglês e será lançado no Brasil pela editora estreante Fábrica, criada em 2017 com a missão de difundir e promover RPGs, boardgames e cardgames, além de quadrinhos e literatura fantástica. Evolution Pulse será financiado através do Catarse ainda no primeiro trimestre de 2017, marcando o primeiro lançamento da Fábrica. Além da versão em PDF, será impresso no formato A5, com capa mole e cerca de 180 páginas ricamente ilustradas em preto e branco, de acordo com a publicação original italiana.

Logo Fábrica

O Cenário

O Mundo após a Caixa

Em 2917, pesquisadores descobrem nas profundezas da Antártica uma antiquíssima estação subterrânea, construída por uma civilização desconhecida. Em seu interior, repousa uma caixa preta de 20×20 cm. A Caixa Preta. Anos de pesquisa finalmente conseguem abrir a caixa, que instantaneamente começa a remodelar a realidade a nível subatômico. Como uma Caixa de Pandora, ela sincroniza com o coração e os desejos ocultos da humanidade. O caos consome o mundo. Os bilhões de batimentos cardíacos dissonantes percebidos pela Caixa Preta levam a uma disruptura da realidade que acumula uma forma de antimatéria que, ao atingir massa crítica, traz ao mundo um Hekath — uma criatura que devora matéria para manter o processo que a criou, impiedosamente.

Mas aparentemente, não é o bastante ser invadido por monstros interdimensionais famintos pela carne da realidade. Porque eles também evoluem.

  • Os MkAlpha são monstros sem mente, perseguindo apenas sua fome de absorção de matéria, especialmente matéria viva, que possui um potencial energético muito maior que a matéria inorgânica;
  • Os MkBeta são a evolução dos instintos primários dos MkAlpha, permitindo que controlem e até destruam os MkAlpha que interfiram em seus objetivos e aniquilem de maneira completa o planeta. São capazes de permitir a sobrevivência de grupos de humanos, para que se reproduzam e gerem mais matéria viva para ser absorvida — como gado.
  • Os MkGama chegaram à evolução final, através de algum meio desconhecido, sendo extremamente inteligentes e poderosos, capazes de mudar a estrutura de seus corpos para criar armas, blindagens impenetráveis e tecnologias de mecanismos complexos. Eles reúnem humanos capturados em instalações conhecidas como Fábricas, onde são escravizados para produzir a energia necessária para alimentar os Hekath.

 

Evolution Pulse - Hekaths MkAlpha, MkBeta e MkGamma

 

E quando a humanidade parecia perdida e à beira da Extinção, foi salva por uma de suas criações mais inusitadas, a Trindade: as Inteligências Artificiais Nirvana, Eden e Olympus, que decidiram, cada uma a seu jeito, pela forma mais adequada de salvar a humanidade da extinção total pelas mãos (ou tentáculos) do Hekath. Após os primeiros ataques inefetivos contra os Hekath usando armamentos convencionais, a Trindade tomou o controle e criou as chamadas Zonas Seguras, isolando as maiores cidades da época e transformando-as nos últimos refúgios para os seres humanos.

  • Nirvana criou cidades seguras para a humanidade e gerou milhares de clones geneticamente modificados para controlar seu próprio pulso, tornando-os capazes de manipular a realidade. Eles são conhecidos como os Proxy, uma raça de humanóides pronta para proteger a humanidade e que recebe pedaços de uma vida normal dentro das cidades protegidas a cada missão cumprida com sucesso;
  • Eden procurou alternativas inusitadas, colocando seus habitantes em um profundo sono criogênico e — através da manipulação de suas ondas cerebrais — criou os Hyonoses, formas psíquicas materializadas e animadas pela vontade dos sonhadores. Eles frequentemente possuem a aparência dos arquétipos de deuses, heróis e campeões de bravura e lealdade da mitologia humana;
  • Olympus escolheu a solução mais direta e pragmática, incorporando as tecnologias mais avançadas disponíveis  nos corpos dos sobreviventes, iniciando uma sociedade de ciborgues, capazes de controlar seu próprio pulso. Embora a nova geração de ciborgues Hydrah não seja mais capaz de manipular a matéria através do Pulso, eles assimilam materiais inorgânicos para reparar e evoluir seus próprios corpos mestiços de carne e máquina.

 

Evolution Pulse - Personagens

 

Duzentos e sete anos após a abertura da caixa Preta, as Zonas Seguras estão lentamente se expandindo, enquanto populações inteiras de humanos vivem nas ExDatas, as ruínas das megacidades que um dia cobriram o mundo. E a cada ano, a humanidade perde parte de seu genoma, que é lentamente substituído por um tipo de DNA chamado de Obscura pela Trindade. As missões para recuperar humanos com seus genomas intactos tornam-se mais frequentes, pois podem ser a única esperança de evitar o desaparecimento completo da espécie humana em sua forma biológica original.

Evolution Pulse - Hekath

 

Influências

Cyberpunk

Este subgênero de ficção científica foca em protagonistas do submundo, anti-heróis que lutam contra um mundo tomado por corporações opressivas e sombrias, que usam seu poder econômico sobre o Estado — que é uma mera sombra do que conhecemos hoje — e tecnologia avançada, tanto em manipulação de dados e criação de universos virtuais, como em modificações corporais utilizando componentes cibernéticos para substituir membros e órgãos  ou mesmo adicionar novos, além dos originais. Este é um cenário que possui elementos aventurescos do pulp e do western, com violência crua e brutal, onde os protagonistas geralmente são confrontados com os desdobramentos éticos e morais de suas ações, mesmo que obtenham sucesso em seus planos.

Transhumanismo

Um conceito bastante explorado na ficção científica pós-cyberpunk, o transhumanismo parte do princípio de que uma parcela da evolução humana pode ser alcançada através da tecnologia, transformando mente e corpo e permitindo a ideia de que o ser humano é o resultado de suas memórias e seu conhecimento, o que pode ser quantificado, armazenado, duplicado e editado. Seu corpo pode ser completamente sintético, parcialmente orgânico, ou ainda dividido em múltiplos corpos, que compartilham uma consciência coletiva, interligada. O cenário transhumanista leva a tecnologia ainda mais adiante, usando máquinas na escala nano ou femto, sendo capazes de afetar átomos individuais ou ainda no nível abaixo das partículas subatômicas e mudar os estados quânticos de matéria e energia. Este gênero geralmente oferece uma visão positiva do futuro, mas quando usado em uma visão distópica, pode ser particularmente sombrio e desesperador.

Mídias

Os autores citam entre suas muitas influências, os mangás Blame! e Knights of Cydonia — ambos de Nihei Tsutomu — que lidam com temas de cyberpunk e transhumanismo, além de Ghost in the Shell e Appleseed, ícones do mangá cyberpunk, de Masamune Shirow e que também cortejam o transhumanismo em vários tópicos. Embora eles listem vários outros autores e mídias que fizeram parte da construção de Evolution Pulse, ficou bem claro — pelo menos para mim — a influência visual de Blame!, especialmente nos cenários e na tecnologia aberrante dos Hekath.

 

Evolution Pulse - Biomech (Blame!) Evolution Pulse - Capa (Blame!) Evolution Pulse - Cidade (Blame!)

 

Pretensões

Vou confessar: sou fã destes temas e em especial, de sua presença em mídias de anime e mangá. Adquiri o RPG assim que foi lançado para a língua inglesa e agora que uma editora nacional decidiu fazer uma versão em português, sinto que não deixo a mim mesmo muita escolha, além de apoiar a publicação e começar a esperar pela minha cópia impressa. Como parte do apoio que o Mundos Colidem pretende dar a qualquer parceria que tenha como objetivo estimular o mercado de RPG nacional, seja com publicações de autores nacionais ou de traduções, vamos realizar resenhas e registros de playtests, pois já tenho uma pequena campanha de Evolution Pulse nos meus planos.

2 Comentários

  1. Olá!
    Não tenho palavras pro quão louco estou pra ter este material em português nas minhas mãos.

    Até and Bye…

    • Petras Furtadosays:

      Idem, Tio Lipe! Temos pouquíssimos RPGs de ficção científica no Brasil, cada um conta como um tesouro.

Deixe uma resposta