Desmistificando o Fate e o FAE

Salve, Salve aventureiros! Aqui é o Joka e a coluna Espaço Mítico desta semana tratará de um assunto um tanto quanto controverso e confuso. Seria o FAE (Fate Acelerado) um jogo menos completo que o Fate?

Lankhmar: Cidade dos Ladrões [Savage Worlds]

Olá, eu sou o Lima, Raphael Lima.

Esta semana na Caixa do Lima, vamos falar sobre o último lançamento para Savage Worlds no Brasil, o Lankhmar: Cidade dos Ladrões, que foi financiado com sobras aqui nas terras tupiniquins, e se não no mesmo, mas quase ao tempo da versão em inglês. O Savage Worlds (SW), é um sistema genérico desenvolvido por Shane Lancy Hensley, conhecido por ser simples, rápido e selvagem e já está na sua segunda edição, com boatos confirmados de que um terceira edição se encaminha, acompanhada de uma versão SW de Flash Gordon.

Esse sistema tem se tornado o meu favorito para a diversão, com regras simples, cenários maravilhosamente bem construídos e um bom suporte da editora responsável aos amantes do sistema. Em postagens anteriores, abordei um pouco da minha experiência com o SW: África Século XXIII e Narrando Weird Wars II.

Como Treinar Seu Sistema V – Atributos, Abordagens, Perícias, Habilidades, Características e otras cositas mas.

Olá,

Salve, Salve, 2d8 leitores! Eu sou o Leishmaniose e no capítulo do Lugar Nenhum desta semana, estarei trazendo um novo capítulo da série Como Treinar Seu Dragão Seu Sistema (série de postagens iniciada em 2017 com uma abordagem mais voltada para hacks e modificações de sistemas, cujos capítulos anteriores você pode encontrar aqui: Adaptando Regras (clique aqui); Entre Testes e Resultados (clique aqui); Aspirações e Objetivos (clique aqui); Sobre criar seu sistema, OGLs, Creative Commons e outras licenças (clique aqui). E neste quinto capítulo eu abordarei sobre os “stats” (também chamados de atributos, abordagens, características, habilidades, profissões, perícias, valores ou outros nomes dependendo do sistema) e como deixá-los mais maleáveis de acordo com o que você espera em seus jogos.

É possível utilizar o RPG em sala de aula? [Parte 2]

Olá, eu sou o Lima, Raphael Lima.

Essa semana na Caixa do Lima, coluna na qual conversamos quinzenalmente, gostaria de dialogar novamente sobre o uso do RPG na educação. E dessa vez atendendo a pedidos do pessoal que entrou em contato após a postagem “É possível utilizar o RPG em Sala de Aula” que foi publicada em dezembro de 2017. Na referida postagem, faço um relato da minha experiência com o uso/tentativas do RPG na educação, desafios, dificuldades e acertos. Para começarmos recomendo a leitura do artigo anterior para os que estão lendo essa postagem, para acredito eu ter uma melhor compreensão do que está sendo debatido.

E por que tocar nesse assunto novamente? Após a postagem citada acima, ocorreu uma procura dos companheiros docentes que desejam utilizar o RPG em sala de aula, mediante esse fato, resolvi fazer essa postagem com algumas dicas básicas para quem quer começar a usar o RPG nas suas aulas.

AVISO

ESTE ARTIGO REPRESENTA
MINHA EXPERIÊNCIA COM O RPG
EM SALA DE AULA

Espada & Planeta [Sword & Planet]

Olá, eu sou o Lima, Raphael Lima.

Essa semana a Caixa do Lima vem com uma postagem curtinha, mas com uma “pequena” surpresa para os leitores desta coluna: mais um minijogo com o selo Mundos Colidem de qualidade, utilizando o sistema Lima Lite, o mesmo que dá vida aos outros jogos mínimos apresentados nesta coluna (como Sobreviventes, Cruzados e Potiguares). A família de minijogos do MC ganha mais um integrante, o Espada & Planeta

Pathfinder Playtest 2nd: O que esperar?

Salve, Salve aventureiros! Aqui é o Joka e a coluna Espaço Mítico desta semana tratará de uma das grandes novidades no mercado rpgistico. A versão Playtest do Pathfinder 2º edição.

Micro-cenário de Espada & Magia: Sombras do Império

Olá,

E estreando o Taverna no Fim do Multiverso em sua nova fase, apresentamos um microcenário para o mini-jogo Espada & Magia do Raphael Lima (que vocês podem conferir aqui), feito pelo Stefan Plínio: Sombras do Império. O cenário tem como premissa um continente fantástico após a ruína de um grande império, com forte inspiração no contexto europeu da região do Mediterrâneo após a queda do Império Romano do Ocidente e durante a presença da Peste Bulbônica (que só viria a afligir a Europa no final da Idade Média). As imagens utilizadas são da franquia Dragon Age e todos os direitos são reservados à Bioware.

Conforme regulamento (que pode ser conferido clicando aqui), o texto é de responsabilidade do autor e está liberado sob a licença Creative Commons de Atribuição-SemDerivações-SemDerivados (CC BY-NC-ND), apresentada no seguinte link: https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/. Para compartilhamento, deve ser atribuído o crédito ao autor, Stefan Plínio, e ao site do “Mundos Colidem”.

E você que se interessou em colaborar com o Mundos Colidem, como o Stefan Plínio fez, aqui se encontram as regras de participação: Regulamento para envio de artigos para a Taverna no Fim do Multiverso (clique aqui).

Bonanças.

Atenciosamente,

Leishmaniose

Nova Ifé (Afro-Rangers) para FATE e FAE.

Olá, eu sou o Lima, Raphael Lima.

No episódio dessa semana da Caixa do Lima, o papo é sobre Nova Ifé, um micro-cenário desenvolvido para o Concurso Alphaversos, que ocorreu no último carnaval, organizado pela galera do site RPGista. Foi uma experiência muito divertida, onde boa parte dos integrantes do Mundos Colidem participaram, e todos nós ficamos no Top 10 do concurso, como relatado pelo Leishmaniose em sua postagem Concurso Alphaversos – Indo ao encontro do mais forte.

O cenário que eu escrevi no concurso é o Afro-Rangers, que inclusive já foi publicado na Caixa do Lima a sua versão para 3D&T, e em uma versão para Savage Worlds. Mas, hoje, a pedidos de alguns leitores desta pequena caixa de ideias, vou trazer uma versão do cenário para os amantes do sistema FATE, seja o Básico ou o Acelerado. Vamos lá?

Monstros de Final Fantasy XV para DCC

Olá, Galerinha! Eu sou o Helinho e sejam bem vindos à Estação das Brumas. Nossa viagem esta semana continua seguindo pelo mundo fantástico do Dungeon Crawl Classics – DCC.

Minha experiência com o FATE

Olá pessoas!
Aqui é o Tio Lipe e bem-vindos novamente ao Santuário do Mestre. Desde a minha última postagem, eu andei bem ocupado com as atividades do site, tendo finalmente concluído a página de Downloads aqui do Mundos Colidem (pense numa trabalheira!), e ainda fui a um evento no dia 30 de junho lá em João Pessoa (fica o agradecimento ao pessoal do Espaço Criativo pelo convite). Desta forma, acabei sem tempo hábil para escrever algo longo (desculpe fãs de Naruto, só daqui a quinze dias), mas resolvi falar um assunto sobre o qual o Mundos Colidem é referência: o sistema Fate.