Avatar FAE: Atualização das Regras de Dobra

Olá, Camaradas!

Aqui estamos em mais uma sexta-feira no Nomos. E desta vez, começo nosso diálogo com uma boa notícia, na verdade uma ótima notícia. Estão prontos? O Mundos Colidem iniciou uma parceria com a Conexão Fate, uma referência nacional sobre o sistema. E como aqui no MC as sextas-feiras já são conhecidas como o dia do Fate, eu e o Grande Papai Smurf, Petras, nos tornamos os representantes do coletivo no fanzine nacional sobre o Fate/FAE. Desde já gostaríamos de agradecer ao Fábio Silva pelo convite, e reforçar o nosso comprometimento com o crescimento e a longevidade da iniciativa.

Nas últimas semanas em nosso espaço conversamos bastante sobre O Senhor dos Anéis para Fate Acelerado e mais uma vez, respondendo a pedidos, informo que o PDF completo provavelmente sairá no segundo semestre de 2017. Para fechar a série de postagens, pretendo falar sobre as Regras de Jornadas (viagens), que é um dos conceitos chaves para uma aventura na Terra Média. A Aventura vai Começar foi uma postagem com um feedback muito bom, pois é fruto de uma experiência com os meus alunos, que nasceu de um pedido deles para dar um norte no processo de construção de fichas e início de aventuras.  Brincando com Fate faz parte de um série de experimentos com metodologias para se utilizar RPG com crianças em sala de aula, usando a minha filhota linda (pai babão é assim mesmo) nos testes; em breve retorno com mais um feedback da experiência em sala de aula.

A Aventura vai Começar serviu como um motor para duas postagens — que eu tinha em mente, mas como não estava conseguindo conclui-las em meus pensamentos, elas estavam voando na tempestade de Amenti — a Aventura vai começar Parte II e a Jornada do Herói. Na primeira, pretendo fazer um ensaio com base na minha experiência, observação e diálogos com amigos e “arquinimigos” sobre dicas e sugestões para os narradores darem um bom andamento à sua campanha, abordando desde a escolha do sistema, passando pela trilha sonora, imersão e as metodologias narrativas. Em a Jornada do Herói, quero me ater ao debate do papel do narrador e do jogador na construção dessa jornada, tanto no plano macro da campanha, como no micro. O desejo de todo narrador é fazer uma aventura que fique na memória dos jogadores, que por sua vez, desejam que seus personagens façam história nessa aventura.

Antes de irmos à atualização das Regras de Dobra para o Avatar FAE, gostaria de lembrar alguns projetos que estamos desenvolvendo no Mundos Colidem, alguns deles autorais. Medievo é um sistema/cenário — creio ser nosso primeiro trabalho autoral — que utiliza a Baixa Idade Média como cenário e com um sistema que preza pela narrativa, com muitas influências do Fate e seus derivados. Nova Amsterdã é um cenário para FAE, que aborda o mythos de Lovecraft no contexto da dominação holandesa no Nordeste do Brasil no século XVII, usando como cenário a cidade do Natal, renomeada Nova Amsterdã após a conquista neerlandesa.  Maecus é um cenário medieval em um mundo que está à beira do apocalipse, desencadeado por um dragão semi-deus, usando o Fate Básico como sistema. O Projeto Leitura, Letramento e Ludicidade, é uma iniciativa desenvolvida em escolas públicas. Na instituição que leciono, foi inserido o RPG como oficina, visando o desenvolvimento dos conceitos abordados no projeto.

E para finalizar o jabá cultural: galera de Natal, as Terças de RPG estão rolando na Arena Geek; toda semana trazemos duas mesas de RPG em modelo degustativo — a boa e velha one-shot — então já estou deixando o convite aberto a todos para se fazerem presentes para rolarem dados (ou não) e se aventurar em mundos diversos.

Então, vamos ao que interessa…

Atualização de Regras para Dobra

No último mês de março, completou um ano desde que comecei minhas aventuras de narrativa, adaptações e criações no Fate, onde senti uma pequena evolução pessoal. A grande representação deste processo é o Avatar FAE (clique aqui). Sou fã de carteirinha da série, especialmente da Lenda de Aang, e sempre tive o desejo de narrar, mas não tinha encontrado um sistema que satisfizesse os meus anseios — até que conheci o Fate, amor à primeira vista. Foi quando comecei a trabalhar na primeira versão da adaptação, que para a Dobra, usava apenas uma abordagem padrão para a forma de Dobra de cada nação (perdoem a simplicidade, eu estava iniciando). Assim que comecei a primeira aventura, Conspiração em Ba Sing Se, observei que algo estava errado e comecei as primeiras alterações, onde linkava aspectos, façanhas e abordagens padrão. Com um novo grupo e uma nova aventura — A Biblioteca de Wan Shi Tong — que está disponível para os assinantes da Conexão Fate, na revista Aventuras Infinitas do último mês de março.

Começamos a aventura com um grupo de dobradores de terra fugindo de Ba Sing Se, em busca da biblioteca mítica de Wan Shi Tong. No primeiro embate com a nação do fogo, surge o problema: os personagens conseguiram se ocultar das vistas dos soldados, mas um deles se aproximou demais, a ponto de ter o direito de fazer um teste. Mas um dos jogadores diz, “Raphael eu posso dobrar a terra silenciosamente, de forma a prendê-lo sem que os outros vejam e permaneceremos ocultos?”

Como ele dobraria a terra silenciosamente, se em minha adaptação associei a dobra de terra à abordagem Poderoso? Respondi que “sim, pode, vamos mudar essas regras de dobra”.

Dobrando Ar Dobrando Terra Dobrando ÁguaDobrando Fogo

Observando a imagem acima, onde a dobra consiste em quatro movimentos, passei a associar os movimentos às quatro ações do Fate: Atacar, Criar Vantagem, Defender e Superar. A dobra deve funcionar com base nesses movimentos, e pensando nela como uma árvore de façanha, vejamos o exemplo:

Kuzón, dominador de fogo tem as seguintes façanhas:

  • Dobra defensiva (+2 para usar a dobra na Defesa de forma Cuidadosa)
  • Sempre ataco primeiro (recebe +2 para Criar Vantagem usando a dobra de forma Ágil)
  • Fúria de combate (após receber um ataque recebe +2 para Atacar usando dobra de forma Poderosa)
  • Se é com fogo, eu consigo (recebe +2 para usar a dobra em ações de Superar de forma Esperta)

No processo de construção do personagem, o jogador tem três façanhas gratuitas, sendo possível adicionar novas com o gasto de pontos de Recarga de destino (que tem o valor inicial de três). Na adaptação anterior, optei por deixar apenas duas façanhas e cinco pontos de Destino, para estimular a compra de façanhas. Mas nessa atualização retorno às três façanhas e três pontos de Destino originais.

Dobra Avançada

É um estágio que poucos dobradores atingiram, e na Lenda de Aang encontramos um pequeno grupo de pessoas que dominam essas habilidades, em a Lenda de Korra à mais presença da dobra avançada, inclusive sendo usada banalmente pelo Mako nos primeiros capítulos quando ele está dobrando eletricidade em seu trabalho. Em Aang, algumas dobras avançadas são tão especificas que só podem ser encontradas com certas pessoas ou em certos lugares, pois as mesmas são um produto da adaptação local, entre os exemplos a Dominação de Sangue, que é vista com a anciã do Pântano Nebuloso, e passada a Katara. Esse tipo de dominação mesmo em A lenda de Korra é um tabu, pois viola o corpo do seu alvo. A dobra de Areia, encontrada no deserto, que é utilizada para impulsionar os veleiros da areia. A dobra de Metal desenvolvida por Toph, e dominada apenas por ela na Lenda de Aang, mas muito difundida na Lenda de Korra. E a dobra de energia, apenas utilizada pelo avatar, quando ele retirou a dominação do Senhor do fogo Ozai.

As façanhas aliadas aos movimentos de dobra refletem o aprendizado do personagem na dominação dos elementos. A dobra avançada será inserida no contexto narrativo de aprendizado, com os mestres dessa dominação no cenário. Os personagens devem procura-los para seu treinamento. Mas como isso se refletirá na mecânica de custos do sistema?

A dobra avançada é uma Façanha Combinada, que permite um bônus de +4 e tem custo de dois pontos de destino. É necessária a reformulação de um aspecto no marco maior que represente esse aprendizado, com custo de caixas de estresses em caso de falha. O personagem deverá passar por uma jornada de aperfeiçoamento para acessar esses ensinamentos.

Exemplo: Imah uma dobradora de após atingir o domínio dos quatro movimentos de dobra, decide partir em busca de Toph para o seu treinamento em dobra de metal, após um largo período de treinamento, representado por um marco maior, o jogador investirá um o custo de 2 pontos de destino, renomeará um aspecto para ser referente ao período de aprendizado, e assim ele poderá criar a façanha combinada.

Agora eu dobro metal! (recebe +4 para criar vantagens dobrando metal usando inteligente).

Tipos de Dobra Avançada

  • Nação do Fogo: Eletricidade e Fogo Azul.
  • Nação da Terra: Metal, Areia e Lava.
  • Tribo da Água: Dominação de Sangue.

 


Camaradas, chegamos ao fim da atualização de regras para o Avatar FAE, espero que esses apontamentos e retificações possam melhorar a experiência neste cenário ímpar, que é um dos meus favoritos. Algumas poucas citações foram feitas a Lenda de Korra, não está totalmente descartada uma adaptação para a sequencia da Lenda de Aang, que contemple sua temática voltada para o Steampunk. E para quem é de Natal a campanha segue aos domingos a cada 15 dias, e ainda temos vagas para os interessados. Sobre a atualização completa da adaptação, tenho planos para disponibilizar o PDF aqui no Mundos Colidem até julho de 2017 .

Ah! Ia esquecendo, vou deixar uma ficha editável aqui para download.

 

Até Breve!

Comentários
A Lenda de Aang Adaptação FAE Fate Fate Acelerado Ficha de RPG Lima Mundos Colidem Nomos RPG

raphalimma

Nascido em 23 de setembro de 1982. Filho de Mércia, Filho de Emília, Natalense, RPGista, Marxista, Cientista da Religião, Historiador, Professor, Pai de Marianna e Theo, Casado com Daniella, Egiptologo, amante da obra de Tolkien e Lovecraft, apreciador de uma boa cerveja. Entusiasta de sistemas narrativistas, enamorando o fate e suas possibilidades. Autor do Medievo RPG. Em constante pesquisa sobre a inserção da narrativa interativa na educação. Ainda procurando uma finalidade para esse mundo.

7 Comentários

  1. Olá!
    Ótimo texto. Pessoalmente sempre fui meio contra essa ideia de Façanha Combinada, mas é gosto pessoal (e trauma de uma mesa de Jadepunk que não fiz a ficha). Só tenho duas perguntas a fazer: seriam dobras avançadas a de plantas que o pessoal do pântano usa, e a da água que cura que a Katara aprende? A dobra de fogo azul da Azula não estaria mais para algo estético que de fato uma dobra avançada (já que ela, e apenas ela, usa esta dobra)?

    Até and Bye?

    • Raphael Limasays:

      Olá Tio! Muito obrigado pelo comentário. Essa definições de dobras avançadas foram após algumas conversas, e observações em fóruns assim q saiu a primeira versão da adaptação. Tentei seguir o entendimento geral. Mas em minha visão, tanto a dobra de plantas do pântano, como a dobra de lava e de areia no deserto, seria um processo de adaptação da dobra ao ambiente. Estive refletindo durante a semana, e na processo de atualização completa da adaptação pretendo fazer essa subdivisão, entre dobra, dobra adaptada e dobra avançada. Sobre a cura pela água, em muitas culturas a água é vista como elemento de cura. Inclusive essa é a função das mulheres dobradoras da tribo do norte. E sobre o fogo azul de Azulah, tem toda uma surpresa em cima de como ela “aprendeu” a técnica. Inclusive do próprio Zuko. As façanhas combinadas são realmente algo desequilibrante, mas elas tem um custo alto na adaptação, com que fazem que seja algo desejado. A campanha segue, e vamos seguir testando ainda mais a atualização proposta.
      Até breve!

  2. E o uso das dobras é ilimitado na sua mesa?

    Gilson

    • Raphael Limasays:

      Olá Professor Gilson! Há um custo de pré requisitos em façanhas, no caso relacionadas as dobras “avançadas” e os erros em uso da dobra podem levar a causar estresse no usuário. Ficando assim um risco que os jogadores decidem correr ou não. Sobre as dobras “comuns” elas tem usos ilimitados. Até breve!

Deixe um comentário

Por favor, seja educado, nós do Mundos Colidem apreciamos isso. Seu endereço de e-mail não será publicado e os campos necessários serão marcados.