Sobre o Mundos Colidem

Sobre a Iniciativa Mundos Colidem

Encabeçada por Petras Furtado, o fundador do Mundos Colidem e editor-chefe, a Iniciativa Mundos Colidem reúne RPGistas potiguares que sejam autores de blogs, embora nem todos residam atualmente em Natal. O Mundos Colidem é um Coletivo de RPG, onde cada autor possui uma coluna, seu mundo, e pode apresentar nele suas idéias e materiais relacionados ao nosso amado hobby – o conteúdo da postagem fica a critério do autor, sendo ele responsável pelo que é apresentado em sua coluna, portanto, o site em si e o grupo não respondem por idéias e opiniões apresentadas individualmente em cada coluna.

O Mundos Colidem atualmente é formado por dez membros que são responsáveis pelas colunas do site. Por sermos dez pessoas, foi estabelecido que cada um escreveria em um dia útil da semana, deixando os finais de semana livres para extras ou reposições. Como todos já alcançaram a Adultescência – ao ponto de alguns até mesmo alcançarem achievements como casamento, filhos, pós-graduação, chefia no trabalho e otras cositas más – ficou acordado que não seriam duas postagens por dia, mas que cada um teria material em sua coluna postada a cada quinze dias. Quinze dias é um tempo bom para a pessoa se organizar, escrever a postagem, lidar com as quests da Adultessência e até com eventos especiais do servidor de jogo – como a visita da sogra, quebra da caixa d’água ou carro quebrando. Claro, às vezes algum evento especial vai acabar impedindo que a postagem seja realizada, mas o tempo de quinze dias auxilia muito a minimizar isso. Além do mais, exceto em casos muito excepcionais, há sempre a possibilidade de algum membro da equipe postar no dia daquele membro que não pode postar devido à situação que consumiu sua atenção. Por fim, a nível de organização, denominamos a primeira semana de postagens de Yang e a segunda semana de postagem de Yin – culpa do Leish que gosta desse lance oriental do Tao.

Quem posta na Semana Yang?

  • Enclave do Arquimago. De autoria de Franciolli Araújo, a postagem sai na segunda Yang. Esta coluna tem adaptações para sistemas de alguns elementos encontrados em outras mídias, aventuras-prontas, resenhas, Teoria do RPG e dicas para iniciantes.
    Franciolli Araújo. Marido. Pai. Professor. Pesquisador. Poeta. Escritor. Mas seja de vídeo-game, tabuleiro ou RPG: Jogador. Alguém que quer ter em seu epitáfio a seguinte frase: “Aqui jaz um homem que viveu muitas vidas, e foi feliz em todas elas.”
  • Estação das Brumas. De autoria de Hélio Alcântara, a postagem sai na terça Yang. Esta coluna até o momento possui um foco em adaptações, tendo apresentado adaptação de cenários de outras mídias para algum sistema de RPG.
    Hélio Alcântara. Marido. Empresário. Metido a narrador, mestre e jogador. Gosto de boardgames, cardgames e quadrinhos, principalmente os de sandman. Adoro estilos como supers, horror e cyberpunk. Estou sempre tentando sobreviver neste mundo apóscalypso aonde o zica vírus virou o zicazombie, acreditando que viver várias vidas é sempre melhor do que viver apenas uma.
  • Espaço Mítico. De autoria de Gilberto “Joka” Olímpio, a postagem sai na quarta Yang. Esta coluna apresenta um material mais técnico, voltado para ferramentas de mestragem, resenhas, Teoria do RPG e dicas para iniciantes.
    Gilberto “Joka” Olímpio. Professor, Geógrafo e agora ativista do RPG nas escolas. Conheci o hobby jogando Toon em uma tarde divertida de 94 com um dos anciões da Mundos Colidem. Desde então, sigo atrás do escudo preenchendo meu currículo com D&D, OSR, Indies, Fate e trocentos outros.
  • Ponto de Ignição. De autoria de Nicholas “Necrolas” Minora, a postagem sai na quinta Yang. Esta coluna tem adaptações de cenários e elementos de outras mídias para algum sistema de RPG, resenhas e desenvolvimento de cenário autoral.
    Nicholas “Necrolas” Minora. Tecnólogo em Redes de Computadores, mestre/narrador/jogador de RPG a mais de 20 anos sendo meu hobby preferido apesar de gostar também de outras coisas nerds/geeks.
  • Nomos. De autoria de Raphael Lima, a postagem sai na sexta Yang. Esta coluna contém adaptações de cenários e elementos de outras mídias para algum sistema de RPG, resenhas, contos autorais, desenvolvimento de sistema autoral e dicas para iniciantes.
    Raphael Lima. Nascido em 23 de setembro de 1982. Filho de Mércia, Filho de Emília,  Natalense, RPGista, Marxista, Cientista da Religião, Historiador, Professor, Pai de Marianna e Theo, Casado com Daniella, Egiptologo, amante da obra de Tolkien e Lovecraft,  apreciador de uma boa cerveja. Entusiasta de sistemas narrativistas, enamorando o fate e suas possibilidades. Autor do Medievo RPG. Em constante pesquisa sobre a inserção da narrativa interativa na educação. Ainda procurando uma finalidade para esse mundo.

Quem posta na Semana Yin?

  • Mecanismo Obscuro. De autoria de Gabriel Lopes, a postagem sai na segunda Yin. Esta coluna contém resenhas sobre RPGs alternativos e obscuros, além da tradução de alguns gratuitos e relatos de experiência de algum dos jogos apresentados na coluna.
    Gabriel Lopes. Entusiasta da história das ciências e dos jogos de ficção. Interessado em cenários de ficção especulativa. Conheceu a maior parte dos seus amigos na mesa de jogo, reconhece que a culpa é da Oficina da Aventura (quando pressionado). Hábito perigoso: pesquisar confiando demasiadamente na teoria. Frase predileta: “o passado é imprevisível”.
  • Lugar Nenhum. De autoria de Cristiano “Leishmaniose” DeLira, a postagem sai na terça Yin. Esta coluna contém adaptações de elementos de outras mídias para algum sistema de RPG, devaneios, ferramentas de mestragem e “otras cositas más”.
    Cristiano “Leishmaniose” DeLira. Protozoário nascido na aurora do tempo que atualmente está parasitando um corpo humano — enquanto se refugia da grande guerra dos Veterinários contra os protozoários. Nerd/RPGista por profissão e administrador/psicólogo por hobby, passa seus tempos livres curiando sobre desenvolvimento de jogos, lendo livros, caçando bandas novas, assistindo seriados, jogando LoL ou jogando RPG. Conhecido pelas camisas nerds, pelo seu chapéu preto e pelo uso excessivo de “Bonanças” nos posts, está atrás de uma TARDIS, pois acredita que assim conseguirá conciliar, sem stress, suas responsabilidades e interesses pessoais. Let’s Jam!
  • Santuário do Mestre. De autoria de Fellipe “Tio Lipe Cavaleiros” Melo, a postagem sai na quarta Yin. Esta coluna até o momento contém resenhas, adaptações de elementos e cenários de outras mídias para algum sistema de RPG e dicas para iniciantes.
    Fellipe “Tio Lipe Cavaleiros” Melo. Engenheiro civil, otaku, leitor aficionado por fantasias, entusiasta gamer e saudosista. Narro RPG desde quando fui apresentado ao hobby com o Mini GURPS e 3D&T da capa vermelha, e só recentemente passei a jogar mais. De lá para cá, já joguei e testei muita coisa. Devorador de sistemas e senhor das adaptações, quem me conhece sabe que adoro ler novos jogos, testar regras diferentes e adaptar as mídias que curto para o que estou jogando atualmente.
  • Taverna no Fim do Multiverso. De autoria de Leandro “Gilgan” Nantes, a postagem sai na quinta Yin. Esta coluna até o momento contém resenhas de materiais de RPG, contos e receitas de comida.
    Leandro “Gilgan” Nantes. RPGista. Gastrônomo.
  • Encruzilhada dos Mundos. De autoria de Petras “Papai Smurf” Furtado, a postagem sai na sexta Yin. Esta coluna contém adaptações de cenários e elementos de outras mídias para algum sistema de RPG, resenhas, ferramentas de mestragem e dicas para iniciantes.
    Petras Furtado. Sou uma pessoa comum, que leva uma vida comum com uma esposa e filho comuns, mas que nos recessos de sua mente, possui pensamentos nada comuns. Nasci em uma madrugada morna de 1971, durante o início de uma segunda-feira; poucos dias antes, eu havia retirado minha mãe de uma festa com o risco de nascer, ao que o obstetra garantiu que eu não viria ao mundo naquele exato momento, mas que “não, a senhora não pode voltar para a festa, vai ficar aqui mesmo”.
    Até hoje ela não me perdoa por isso.
    Tanto ela quanto meu pai eram acadêmicos e/ou ratos de biblioteca, e sendo assim, cresci e amadureci em meio a livros, quadrinhos, filmes, peças de teatro, festas, cinzeiros cheios, copos de bebida, filmes pela metade durante a madrugada, namoradas, e tantas outras coisas que se eu tivesse a ousadia de relacionar nesta página, teríamos que criar outra Internet apenas para isso, da mesma forma como seria com a vida de qualquer outra pessoa.
    Atualmente, gasto meu tempo entre a vida doméstica com minha amada esposa, meu adorado filho, minha família, meus amigos e o trabalho de cinegrafista para uma TV universitária. Quando tenho tempo ou paciência (às vezes é difícil concatenar os dois), eu leio, escrevo e divirto-me com a vida que acontece ao meu redor, e costumeiramente, em mim.